Blog

O que é Marketing e como este contribui para a Psicologia?

No texto anterior, Negócios & Psicologia, apresentei 7 mitos da profissão e apontei alguns conceitos de Marketing para questionar tais mitos. No texto de hoje explico, afinal, o que é Marketing, e como pensar/adaptar as propostas deste à atuação do psicólogo.

 

O que é Marketing?

Marketing é uma palavra proveniente da língua inglesa, apesar de intrínseca à cultura mundial. Em inglês, market significa mercado e Marketing pode ser traduzido como mercadologia, um estudo das causas, objetivos e resultados que são gerados através das diferentes formas como nós lidamos com o mercado.

 

Segundo o American Marketing Association, a definição do termo é a seguinte: “o Marketing é uma atividade, conjunto de instituições e processos para criar, comunicar, entregar e trocar ofertas que tenham valor para os consumidores, clientes, parceiros e sociedade em geral.” Ou seja, o Marketing é uma série de estratégias, técnicas e práticas que tem o principal objetivo de agregar valor a determinadas marcas ou produtos a fim de atribuir uma maior importância das mesmas para um determinado público-alvo, os consumidores. Se engana quem acredita que o Marketing tem apenas como o objetivo vender algo.

 

E como o Marketing pode contribuir para a Psicologia?

O que você pensava sobre Psicologia antes de saber o que faz um psicólogo? Quais as frases clássicas - muitas vezes ofensivas - que já escutaste de pessoas - muitas vezes próximas - sobre a profissão? Quem, além das/os psicólogas/os, sabe e reconhece o valor da Psicologia? Você sabe explicar aos leigos a importância da Psicologia para a saúde, para as relações, para o desenvolvimento humano?

 

Esta é a grande chave da união entre Marketing e Psicologia. O Marketing fala em agregar valor a determinadas marcas ou produtos. Aqui podemos pensar em agregar valor à Psicologia. Quantas vezes, como categoria, precisamos lutar contra propagandas que comparam viagens, conversas em táxis, comer um hambúrguer com sessão de terapia. Isso acontece (e passa batido pela maioria das pessoas) porque a sociedade em geral não sabe o que faz um psi e quais os reais benefícios do seu trabalho. E, assim, não valorizam a profissão e os serviços.

 

Pensar em estratégias de Marketing em Psicologia é, portanto, pensar em formas de PROMOVER A PROFISSÃO (não necessariamente o profissional). Óbvio que, ao promover a profissão com foco em um ou outro assunto, o profissional também ganhará destaque e reconhecimento na área, mas este, quando pensamos em Marketing e Psicologia, é secundário e não o foco principal.

 

Ainda, o marketing fala em atribuir uma importância para um determinado público-alvo. Aqui podemos pensar em pessoas que podem se beneficiar dos serviços de Psicologia oferecidos por cada um de nós. E cabe mencionar que cada profissional psi terá um público alvo diferente, levando o valor da Psicologia para cada área de atuação. Por exemplo, uma psicóloga que atende crianças pode começar a produzir textos sobre desenvolvimento infantil voltado para pais de crianças pequenas e divulgar estes em blogs, redes sociais, etc. Com o tempo ela vai passar a ser procurada e reconhecida por estes pais como referência na área e muitos procurarão seus serviços para seus filhos por gostar dos textos e do trabalho dela.

 

Percebe como o Marketing não é nenhum bicho de sete cabeças e como ele pode ajudar a Psicologia a ganhar espaço na sociedade?

 

Marketing com Ética

É claro que, quando você psi for estudar Marketing precisa estar atenta/o a alguns pontos do nosso código de Ética.

 

Por exemplo, os estudos tradicionais do Marketing apontam os 4 P’s do Marketing, sendo eles: preço, praça, produto e promoção. O que cada P significa e quais os cuidados éticos que precisamos ter?

 

  1. PREÇO: Para os estudos tradicionais de Marketing este ponto é bem autoexplicativo: refere-se ao preço e como será cobrado do cliente o seu produto. Aqui na atuação psi existe um cuidado importante a ser tomado: sim, temos liberdade de negociar nossos preços com os clientes, PORÉM, devemos ter atenção aos artigos 4º e 20º do Código de Ética Profissional em que apresentam normas de fixação da remuneração e normas da promoção dos seus serviços do psicólogo, respectivamente. Sendo um dos pontos mais importantes aqui lembrar que não podemos utilizar o preço do serviço como forma de propaganda. Então o preço do nosso serviço até pode ser um diferencial, mas ele só poderá ser informado quando alguém interessado nos questionar. Importante lembrar que existe uma tabela de referência para os honorários do psicólogo. Você pode acessá-la aqui: https://site.cfp.org.br/servicos/tabela-de-honorarios/

  2. PRAÇA: Refere-se ao local em que seu produto será comercializado. No caso do atendimento clínico, aqui cabe lembrar que cada psicóloga/o precisa ter cadastro em seu conselho Regional e que os atendimentos presenciais em caráter de psicoterapia ficam restritos à região, exceto quando eventuais. Em caso de mudança de Estado Federativo, isto é, quando a/o psicóloga/o for desempenhar sua atividade profissional em outra jurisdição, não tendo caráter eventual, deverá solicitar sua transferência no CRP onde pretende se estabelecer.  Já no caso de atendimentos online, o local de atendimento amplia-se, porém a/o psicóloga/o deve manter seu registro em sua regional de residência e deve obedecer o disposto na RESOLUÇÃO Nº 11, DE 11 DE MAIO DE 2018 (https://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2018/05/RESOLU%C3%87%C3%83O-N%C2%BA-11-DE-11-DE-MAIO-DE-2018.pdf).

  3. PRODUTO: Diz respeito aos serviços oferecidos pelo psi. Aqui associamos diretamente à psicoterapia, porém, existem diversos serviços que o psi pode oferecer. Em breve divulgarei um texto específico sobre este tema. Para receber os textos em primeira mão, faça parte da lista de transmissão no Whats-App, só escrever para 51992792559 solicitando entrada.

  4. PROMOÇÃO: Este último ponto refere-se às estratégias que serão utilizadas para a divulgação do produto ou serviço. Aqui precisamos voltar nossa atenção mais uma vez ao artigo 20 do nosso Código de Ética Profissional: “Art. 20 – O psicólogo, ao promover publicamente seus serviços, por quaisquer meios, individual ou coletivamente: a) Informará o seu nome completo, o CRP e seu número de registro; b) Fará referência apenas a títulos ou qualificações profissionais que possua; c) Divulgará somente qualificações, atividades e recursos relativos a técnicas e práticas que estejam reconhecidas ou regulamentadas pela profissão; d) Não utilizará o preço do serviço como forma de propaganda; e) Não fará previsão taxativa de resultados; f) Não fará auto-promoção em detrimento de outros profissionais; g) Não proporá atividades que sejam atribuições privativas de outras categorias profissionais; h) Não fará divulgação sensacionalista das atividades profissionais”

 

Como fazer Marketing em Psicologia?

Ao pensarmos em Marketing para Psis precisamos sempre ter nosso Código de Ética Profissional em mente. Sugiro que leia com frequencia o Código e se mantenha atualizada/o com relação às novas Resoluções do Conselho.

 

Entendo que uma das melhores formas de fazer Marketing em psicologia é a que apresentei no primeiro ponto deste texto: o MARKETING DE CONTEÚDO, em que conteúdos de relevância são produzidos para determinado público. A divulgação de determinado conteúdo agrega valor ao serviço e ao profissional, sem desrespeitar a ética da profissão.

 

Onde produzir conteúdos? Atualmente é através da internet e das redes sociais, ou seja, através de mídias digitais que as pessoas buscam acesso à informação e a serviços. São diversas as mídias que nos proporcionam espaço para produção de conteúdo. Ao marketing realizado nestas damos o nome de MARKETING DIGITAL.

 

Nos próximos textos apresentarei estes dois tópicos de forma mais detalhada e como você psi pode fazer uso destas duas formas de Marketing - de conteúdo e digital.

 

Fico à disposição também para esclarecer eventuais dúvidas pelo whats 51-992792559 ou email psicologa@tatianaperez.com.br

 

 PARTICIPE DA SEMANA GRATUITA MARKETING PARA PSICÓLOGOS COM BRUNO RODRIGUES - CLIQUE AQUI!!! 

 

 

 

 

Please reload

Categorias
Please reload

Psicoterapia

Terapia de família, casal ou individual

Consultório na Zona Sul

(Av. Getúlio Vargas, 1691)

Posts Em Destaque

O que é saúde mental e como você pode cuidar da sua?

1/10
Please reload

Contato

Psicóloga Tatiana Spalding Perez

CRP 07/26032

+55 51 992792559

psicologa@tatianaperez.com.br

Avenida Getúlio Vargas, 1691

Bairro Menino Deus, Porto Alegre, RS

Clique aqui para agendar seu horário

  • YouTube
  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn